Voltar a Notícias

.......

A empresa da minha escolha

 

Vicente Picarelli

 

 

Ao longo dos meus anos como consultor em gestão de pessoas, tenho vivido muitos e diferentes ambientes de trabalho, que, por sua força cultural de ser, moldaram, por assim dizer, a vida dos profissionais que por ali passaram. Vi muitas e muitas pessoas que não tiveram a mínima chance de se desenvolver, crescer ou expressar o melhor de si.

 

Ainda hoje o assunto é tratado com reservas. São poucas as empresas que dedicam algum tempo e investimento para melhorar o seu ambiente de trabalho e torná-lo compatível com as demandas atuais, não só dos pertencentes às novas gerações, mas também daqueles que alcançaram um maior nível de consciência sobre si mesmo e sua relação com a vida. Como sempre, os tempos mudam!

 

Hoje o ambiente de trabalho é um assunto recorrente nas conversas de RH e um dos itens decisivos na escolha de um profissional. As empresas que desejam ser as preferidas para se trabalhar devem começar rapidamente seu projeto de transformação do ambiente, cuidando para que seu modelo contemple, no mínimo, as seguintes bases:

 

Essência: a existência de um empreendimento que valorize a ética, o respeito ao meio ambiente, que seja autossustentável, gere riqueza e traga benefícios a todas as pessoas envolvidas, empregados ou não.

Agilidade: com comunicação clara e eficiente dos objetivos e estratégias do negócio, menos hierarquia e mais rede de relacionamentos. 

Perspectiva organizacional: conhecer profundamente o mercado em que atua e sua tendência futura, criando oportunidades concretas de crescimento e inovação.

Atualização: o uso de novos princípios de gestão, métodos e tecnologias que estejam no estado da arte e acompanhem as melhores práticas de mercado.

Liderança: ausência de chefes e presença de líderes com coragem para liderar por meio dos próprios exemplos.

Equipes de trabalho: que fazem parte do modelo organizacional e que têm como princípio, entre seus integrantes,cooperação, colaboração, confiança, comprometimento, responsabilidade compartilhada e uso da inteligência coletiva.

Desafios pessoais: trabalho dinâmico com demandas novas, que exijam aprendizado constante e provoquem os modelos mentais antigos.

Relacionamentos apreciativos: ambiente em que os profissionais apreciem e vivam valores como honestidade, integridade, justiça, discrição, respeito, cortesia e profissionalismo.

Reconhecimento e recompensa: existência de sistemas maduros e integrados de gestão de pessoas, envolvendo avaliação de desempenho, remuneração estratégica, customização de carreira, educação e desenvolvimento,em que haja perfeita sintonia entre as necessidades da organização e as expectativas do colaborador.

Trabalho flexível: ambiente preparado para o desenvolvimento de trabalhos de forma remota, objetivando a customização do tempo e do espaço em benefício mútuo da empresa e do colaborador.

Bem-estar e estar bem são formas de linguagem que não têm o mesmo significado. São na verdade formas que se complementam, cujo significado é estar plenamente feliz em qualquer lugar. E sendo assim, por que não em nossas empresas?

Fonte: Rh Central

http://www.rhcentral.com.br/artigos/artigo.asp?cod_tema=3760


Copyright 2011-2012 - Todos os Direitos Reservados - Images by Free Digital Photos