Voltar a Notícias

.......

 

Feedback: uma abertura para o crescimento profissional

 

Patrícia Bispo

 

 

Muitas vezes, a organização depara-se com a seguinte situação: contratou um profissional com excelente experiência, mas mesmo após o período de um ano esse mesmo talento parece não compreender qual o seu real papel no Negócio e tampouco consegue atingir as metas mínimas determinadas pela organização. A raiz do problema pode não estar obrigatoriamente no colaborador, mas sim na forma como as mensagens, as informações sobre o que a organização da performance chegam até ele.

 

Para evitar problemas dessa natureza, as empresas utilizam o feedback - um valioso instrumento que permite que o líder tenha um diálogo aberto com seu liderando, inclusive durante o processo de avaliação de desempenho, a fim de mostrar quais os gaps existentes que precisam ser preenchidos, as competências fortes e as que precisam ser desenvolvidas, bem como as expectativas da organização no tocante ao funcionário.

 

Uma empresa que adota constantemente o feedback em sua Gestão de Pessoas é a Rede Alub de Ensino, que atualmente conta com 12 unidades, localizadas em Brasília/DF e no Estado de Goiás, além de uma equipe de aproximadamente 550 profissionais, sendo 300 desses professores. Segundo Keli Oliveira, gerente de RH, o fortalecimento do feedback surgiu em decorrência do crescimento exponencial da companhia, uma vez que se identificou a necessidade de criar um instrumento de apoio à gestão com o objetivo de estimular o desenvolvimento dos colaboradores no âmbito profissional. Além disso, o feedback veio para contribuir com a melhoria da qualidade dos serviços, o desenvolvendo as relações interpessoais, proporcionando e mantendo um clima motivacional dentro da instituição. "Para compreender como os funcionários percebiam a empresa, ante a Alub utilizava e ainda usa outras ferramentas como a entrevista de desligamento e as nossas ouvidorias", complementa.

 

Keli Oliveira explica que todos os talentos internos participam deste processo e que dentre os principais objetivos desta ferramenta, encontram-se o de informar aos colaboradores a percepção do seu gestor em relação à sua atuação e realinhar estratégias de acordo com o sentimento do colaborador quanto ao processo em que está envolvido. "O processo de feedback torna-se imprescindível em um ambiente em que o colaborador está em interação com uma grande equipe e que os resultados devem ser apresentados de forma rápida e efetiva. Ter conhecimento da percepção do seu líder, e da sua própria percepção, contribuirá diretamente na otimização dos processos, bem-estar pessoal e profissional", ressalta a gerente de RH do Grupo Alub.

 

O Feedback em Fases - Ao ser indagada sobre as fases que envolve processo de feedback, ela explica que inicialmente, o colaborador - avaliado - faz sua autoavaliação e o gestor realiza a avaliação do profissional em ambientes separados. Essas informações são enviadas à área de Recursos Humanos.

 

Uma vez de posse desses dados, o RH reúne o colaborador e o gestor. Ambos relatam suas avaliações com ações de melhorias pré-definidas. Estas podem ser realinhadas durante a conversa com o RH que tem duração de uma hora. A avaliação de desempenho consta em um formulário com notas entre que vão de um (01) a dez (10) com pré-requisitos definidos de acordo com cargo/função. Há, por exemplo, opções que permitem que tanto o líder quanto o avaliado discorram um texto em pontos positivos e de melhorias, seguidos de ações propostas para o desenvolvimento do profissional.

 

Projeto Anjo - Dentro do contexto de feedback e avaliação de performance, encontra-se na Gestão de Pessoas do Grupo Alub, mais um dispositivo considerado estratégico pela alta direção. Quando um novo colaborador ingressa na empresa, ele é recebido pela área de Recursos Humanos. Na oportunidade, é apresentada a filosofia da empresa que envolve: o plano de carreira, os benefício, os deveres, toda metodologia de trabalho e o que o Grupo Alub se espera da atuação dele.

 

"Apresentamos o Anjo do recém-contratado que será o responsável pelo treinamento e pela integração do novo colaborador. É realizada a apresentação de um cronograma de treinamento de duas semanas com todas as atividades que serão desenvolvidas em duas partes de sete em sete dias e as notas serão atribuídas a cada uma delas", cita Keli Oliveira, ao mencionar que o treinando avalia o "Anjo" em critérios pré-definidos apresentados no primeiro dia. O "Anjo", por sua vez, avalia o treinando nas atividades desenvolvidas conforme planejamento também apresentado no primeiro dia.

 

Já a avaliação acontece com 40 dias, após a contratação, no intuito de analisar o desempenho e integração do colaborador A avaliação repete-se com 80 dias para análise dos resultados, bem como a definição da efetivação ou não do colaborador. "A avaliação de desempenho dos colaboradores acontece semestralmente, depois que esses já estão integrados ao quando da instituição", diz a gerente de RH. Um ponto relevante neste contexto é que para implantar o feedback, o Grupo Alub optou por firmar parceria com consultoria externas. Essa escolha ocorreu, porque a instituição acredita o treinamento e o conhecimento ainda é a melhor opção de retenção de talentos.

 

Receptividade dos Talentos - De acordo com Keli Oliveira, a receptividade dos colaboradores da Alub em relação ao processo de feedback tem sido muito positiva. Isso porque, maioria dos colaboradores solicita aos gestores a avaliação para saber se estão acertando em suas atividades e colocações, além de terem a oportunidade de proporem melhorias internas.

 

Já em relação aos benefícios gerados pelo processo de feedback, a gerente de RH menciona a melhoria na produtividade dos colaboradores, presença expressiva na assertividade na decisão dos gestores; diminuição do turnover, estímulo do desenvolvimento das pessoas envolvidas; melhoria da qualidade dos serviços; otimização dos valores e tempo investidos em treinamento.

 

Por fim, ela cita que após a efetiva implantação da avaliação de desempenho os líderes compreenderam a importância de sua aplicação após a validação dos resultados que foram obtidos. "Com a compreensão de que a avaliação proporciona a possibilidade do aumento da produção, bem como, a fidelização do cliente interno, eles passaram a contribuir com sugestões de melhorias, dividindo a responsabilidade de desenvolvimento da equipe com o RH", conclui.

 

Fonte: RH.com.br

http://www.rh.com.br/Portal/Desempenho/Materia/9021/feedback-uma-abertura-para-o-crescimento-profissional.html


Copyright 2011-2012 - Todos os Direitos Reservados - Images by Free Digital Photos