Voltar a Notícias

.......

Intangível: o custo que não mensuramos

 

Leonardo Siqueira Borges

 

 

Com a competitividade cada vez mais acirrada no mundo dos negócios é necessário ter olhares constantes dentro das empresas, tornando-se mais assertivo nas ações, identificando potenciais desperdícios e reduzindo a não qualidade para melhorar o desempenho organizacional. Existem muitos fatores a serem analisados internamente nas organizações, mas destaco nesse artigo três deles que muitas vezes passam despercebidos, porém trazem resultados significativos.


Gastos com retrabalho - Realocação de pessoas para retrabalhar significa reduzir a produtividade, aumentar o custo fixo e o custo do produto. As empresas devem diagnosticar seus pontos críticos em seus processos e colocar controles e ferramentas para evitar retrabalhos e refugos, pois eles escondem um valor importante que muitas vezes não se mensuram em sua totalidade, porém entram na contabilidade como despesas e reduzem o resultado para as organizações.


Comportamento das pessoas - Cada dia mais importante ter as pessoas fazendo parte do negócio da empresa, elas precisam se "sentir" parte da empresa, como donas do negócio e ter atitudes adequadas para realizar suas atividades refletindo a importância que sua atividade tem para resultado fim da organização, só assim importando como resultado que irá gerar. Outra dica é estimular a criatividade dos funcionários. Muitas pessoas são criativas, mas não aplicam esse conhecimento na empresa muitas vezes por falta de um estímulo. Tenha certeza de que você irá se surpreender com as pessoas da sua empresa se incentivá-las a aplicar aprendizados em seus processos.


Reclamações dos clientes - Quanto custa para a empresa a sua imagem por atrasar ou não entregar um produto/serviço no prazo combinado com os clientes e pior ainda quando chega até o cliente um produto trocado ou com avarias? Este item retornará para a empresa tendo custos logísticos, haverá retrabalho de pessoas que poderiam estar produzindo novos produtos, muitas vezes ficando depois do horário normal encarecendo o custo desse retrabalho, além da insatisfação do cliente manchando muitas vezes o nome da organização e até perdendo clientes por esses e outros problemas.


Com o objetivo de reduzir essas questões é importante sempre trabalhar com "EFETIVIDADE", ou seja, ser eficiente e eficaz ao mesmo tempo, eficiente para realizar as atividades dentro da empresa ao menor custo possível. Nesse sentido, é preciso utilizar os recursos necessários e realizando as atividades da maneira mais adequada, sem horas extras, retrabalhos e fretes extras, e sendo eficaz de maneira a entregar o produto/serviço dentro dos prazos combinados com os clientes. Investimentos em controles para evitar esses desperdícios e capacitando as pessoas para fazerem certo da primeira vez são alternativas de conseguir melhores resultados.


Desta maneira podemos reduzir os custos intangíveis que tanto assombram as organizações, pois não são visíveis e muitas vezes passam batidos sem tanta importância, mas retêm um valor significativo de despesas podendo reduzir sua a margem de contribuição e por consequência seus lucros. Temos que evitar aquela frase que diz "Nunca temos tempo de fazer certo, mas sempre temos tempo para refazer...", colocarmos a mão na consciência e usar a criatividade, assim seremos muito mais assertivos e competitivos.

 

Fonte: Rh.com.br

http://www.rh.com.br/Portal/Desempenho/Artigo/8917/intangivel-o-custo-que-nao-mensuramos.html


Copyright 2011-2012 - Todos os Direitos Reservados - Images by Free Digital Photos